“Só erra quem faz”, ouvi um chefe dizer, certa vez, após um erro de um colega de trabalho. Aquilo mexeu muito com minha cabeça, mas ficou como uma boa lição para me cobrar menos, aprender mais e entender que viver é errar. Nunca vi ninguém sair acertando de cara, passando direto para o estado de sucesso sem nem antes experimentar as frustrações.

Olha, meninas, o parágrafo introdutório é tudo que eu quero que vocês [e eu] utilizem como ferramenta para se amar, respeitar seu tempo de aprendizado. Mas, é claro, que não é tão fácil quanto parece.

Leia mais:
*A maternidade no momento certo… de aprender

Uma bola dentro e a gente fica feliz. Um erro e a gente fica o dobro triste. Não devia ser assim, mas a gente sofre muito mais a bola fora. Por quê?

Bom, precisamos olhar com amorosidade para nós mesmos e entendermos que somos humanos.

“Há muita graça no erro”

Portanto, seguem abaixo algumas razões para a gente valorizar o erro em nossas vidas:

1 – Há beleza no erro! A ceramista sul-coreana Yee Sookyong é conhecida mundialmente por usar técnica kintsugi, uma arte de cerâmica que utiliza ouro para reparar vasos quebrados. Para ela, “um pedaço de cerâmica quebrada encontra outro pedaço, e eles começam a confiar um no outro. As rachaduras entre eles representam as feridas. O trabalho é uma metáfora da luta da vida, que faz das pessoas mais maduras e belas quando superam suas dores”.

2 – Há humildade em errar: quando admitimos um erro, estamos exercitando a humildade, nos vendo como humanos que somos. Daí ocorrem mudanças que podem ser muito positivas para a gente.

3 – Não existe erro sem acerto: os dois andam juntos e a gente precisa perceber que só vemos nossas ações como erradas, pois temos um referencial do é correto. E o melhor? As referências mudam com o tempo e a gente pode ver, mais para frente. que estava até certo em vez de errado.

4 – O erro é a forma mais simples de vermos a realidade: a cobrança que um erro faz a gente ter é o que nos faz ver que estamos vivos. A gente volta ao eixo, presta atenção, não deixa passar o que podia estar no automático. Aprecie seu erro.

Siga o Blog Barbarela no Instagram
Siga o Blog Barbarela no Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here