Entrevistamos a ativista pelos direitos humanos Keit Lima, que respondeu às seguintes perguntas:

  • O que é gordofobia?
  • Qual é a diferença entre gordofobia e pressão estética?
  • Quais são os espaços onde a gordofobia é mais presente?
  • Quais são os perigos da gordofobia?
  • Como ela afeta a autoestima das mulheres, principalmente jovens?
  • Como a família pode mudar uma cultura gordofóbica que afeta crianças e jovens gordas?
  • Por que, de todos os preconceitos, a gordofobia (ao que me parece) é a considerada o maior “mimimi” de todos? Tipo… ai, é gordo pq quer. Se tiver afim, fecha a boca e emagrece…
  • Dentro desse universo da gordofobia, o recorte de gênero e raça são importantes de serem discutidos?
  • O que a gente pode fazer pra se amar com uma sociedade extremamente gordofóbica?
  • Como a gente poderia acabar com a gordofobia?

COMPARTILHAR
Artigo anteriorVire a chave!
Bárbara Forte é contadora de histórias, aquariana e obstinada por grandes revoluções - principalmente internas. Compartilha vivências do seu processo de autoestima e entrevista mulheres inspiradoras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here