Todos os dias eu sou seguida por ao menos um perfil de emagrecimento. Todos com dietas milagrosas pra eu deixar de ter o meu corpo gordo. Eu bloqueio cada um, mas eles se replicam e começam a me seguir novamente. Porque, para eles, sou uma pessoa insatisfeita, que vai cair numa falsa promessa de ficar “magra”. A perseguição desses perfis por pessoas como eu me machuca porque reforça o estigma de que a minha existência é errada, de que eu tenho que me adequar ao “certo”.

Por isso, queria lembrar que:

1- fazer uma dieta restritiva para emagrecer da noite para o dia não é sinônimo de saúde.

2. magra não é elogio e gorda não é ofensa.

3. você não está errada de ser como é.

O que pode ser feito do lado de lá

“Vamos levar como regra: não comentar sobre o corpo de ninguém.” – Tiago Leifert, BBB21.

É legal ver o apresentador falando isso em rede nacional. É uma merda que as pessoas parem para ouvir apenas pessoas na posição dele, do gênero dele, com a cor dele, com o tipo físico dele. Meu sonho é que o discurso meu e de outras criadoras de conteúdo, que todo dia falam sobre o assunto, seja ouvido na mesma proporção do Tiago Leifert.

De qualquer forma, a regra está valendo:

– Quando você tiver opinião sobre o corpo de uma pessoa, guarde pra você;

– Quando não gostar de algo que alguém postou ou discordar dessa pessoa, deixe de seguir –e guarde a sua opinião pra você;

– Quando sentir vontade de escrever algo pra atingir outra pessoa, acabar com ela e humilhar, arrume algo pra fazer e guarde a sua opinião pra você;

– Quando pensar em machucar outra pessoa pra tirar de você a sua raiva, pense: você gostaria que fizessem o mesmo com você? E guarde a sua opinião só pra você;

– Se você ficar bravo porque alguém errou e quiser discutir, olhe no espelho e reflita, alecrim dourado, se você só acerta. E guarde a sua opinião pra você.

O ódio leva ao ódio e opinião a gente só dá se pedem pra gente. Senão, guarde pra você!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here